Golpes do Pix: como não cair nas fraudes do sistema de transferências

Golpes do Pix: como não cair nas fraudes do sistema de transferências
20/04/2021 No Comments Sem categoria JA

O Pix é uma importante ferramenta para transferências e pagamentos, mas criminosos estão se aproveitando da pouca experiência de alguns usuários para aplicar golpes, com menos de seis meses de existência, o Pix já representa 8 em cada 10 transferências de recursos no Brasil.
Assim como qualquer outro sistema bancário, é importante ter cautela ao usar a plataforma instantânea de transferências.

A ferramenta criada pelo Banco Central tem três fortes vantagens: é instantânea, está disponível 24 horas por dia e tem custo zero para os consumidores.
Desde o lançamento do sistema, mais de 500 bilhões de reais foram transacionados, e o número de operações passa dos 600 milhões.


Mas se usada com um mau propósito, mesmo a melhor das ferramentas pode causar prejuízos enormes. Aproveitando-se do pouco tempo de uso e da inexperiência dos usuários do Pix, criminosos têm usado o novo sistema de pagamentos para aplicar golpes.
Tudo que é novo, como sabemos, também acaba atraindo diversos fraudadores, o que tem intensificado um aumento das tentativas de golpes.

Os criminosos enviam e-mails ou mensagens simulando um pedido de cadastro do banco. Ao clicar no link, o cliente é levado para um site falso e tem os dados roubados durante o cadastro.


Transferência pelo WhatsApp

Esse golpe é mais antigo e já era realizado de outras formas. Criminosos transferem o número de celular da vítima e instalam o WhatsApp em outro aparelho, ou usam a foto e o nome de alguém em uma nova linha de telefone. Fingindo ser aquela pessoa, os bandidos pedem dinheiro para contatos próximos.


Código ou QR Code falso

Quando o Pix é usado para o pagamento de uma conta ou compra, é comum que ao invés da chave do recebedor, a transação seja feita por meio de um código numérico ou de um QR Code.
Ao inserir esse código no aplicativo do banco ou ao ler o QR Code com o celular, é importante que o cliente observe com atenção os dados do destinatário do dinheiro, para saber se o recebedor é a pessoa certa.


Comprovante falso

Se você precisa receber dinheiro de um desconhecido pelo Pix, é importante ter cuidado com os comprovantes de transferências falsos. Criminosos forjam comprovantes de operações para simular o envio do dinheiro para a conta das vítimas. Esse golpe é bastante comum em vendas feitas pela internet, por exemplo. O criminoso finge que fez o pagamento e leva embora o produto comprado.

Please follow and like us:
About The Author
JA